A boa e velha Política do Pão e Circo

A boa e velha Política do Pão e Circo

É fácil perceber que o Estado para manter-se livre de revoltas, cria ações com intuito de entreter o povo para que não haja conscientização da verdadeira situação em que se encontram.

Em Roma, para controlar possíveis manifestações por parte da população que passava por um período de fome, epidemias e violência, fora iniciado uma distribuição de alimentos e diversão gratuita. Hoje, ao invés das arenas repletas de gladiadores, temos a mídia televisiva com seu circo, que possui como objetivo nos manter desligados da atual situação política, econômica, social do Brasil e do mundo.

Assuntos referentes à melhor distribuição de renda, investimento na educação pública, combate a corrupção e o incentivo a cultura são banalizados, dando lugar ao conturbado relacionamento de Morena e Theo, protagonistas da novela “Salve Jorge’’.

A mídia é o principal, mas não o único meio utilizado com o intuito de distrair. Na cidade de São Francisco do Conde, por exemplo, aconteceu em 2012 a festa de São João promovida pela então prefeita Rilza Valentim. Estima-se que a festa retirou cerca de 3 milhões dos cofres públicos visando o ‘’lazer’’ da população. O interessante é que nesta mesma cidade, cerca de 30% dos habitantes são analfabetos funcionais, ou seja, leem e escrevem expressões simples, mas não possuem habilidade para utilizar a leitura e a escrita na vida pessoal e profissional. A carência de investimentos no sistema educacional não somente em São Francisco do Conde,  mas no Brasil deve-se ao fato de que utilizando a verba para melhorias na educação não restará dinheiro para ser empossado por corruptos.

Encontramo-nos em uma sociedade em que temas que levam as pessoas a questionarem são abafados. Quantas vezes você assistiu reportagens a respeito de protestos contra Renan Calheiros, Marco Feliciano entre outras pérolas da política brasileira?

Em nenhum momento é mostrado a indignação daqueles que saem as ruas para lutar contra todos esses fatores que somente prejudicam a população. Essa omissão deve-se ao fato de que atitudes assim, levam as pessoas a refletirem o papel que estão desempenhando na sociedade e fazem também com que elas queiram sair do comodismo. Ao deixarem o estado de acomodação a política Pão e Circo perde seu efeito manipulador. Isso causará o declínio do sistema, com a queda vai haver espaço para uma revolução em prol de uma sociedade mais justa. Nossa meta é fazer com que as pessoas criem o hábito de pensarem e questionarem por si só, não deixando influências do meio contaminarem suas crenças.

‘’Há uma nova ordem de guerreiros todos juntos em uma mesma missão.
O Sistema pode tentar derrubar, mas ele só pode tentar’’.

(Trecho Adaptado da música Nova Ordem – Projota, Rashid e Emicida)