Brasil tem protestos apoiando iniciativa mundial de ‘indignados’

Veja as mensagens vazadas pelo WikiLeaks que citam o Brasil
23 de janeiro de 2012
Anonymous Brasil denuncia o criança esperança da Rede Globo
23 de janeiro de 2012

Brasil tem protestos apoiando iniciativa mundial de ‘indignados’

São Paulo, Curitiba e Porto Alegre aderiram à iniciativa de atos simultâneos.
Chuva prejudicou quórum na capital paulista, segundo participantes.

Planejados como parte do dia mundial de manifestações contra a precariedade e o poder das finanças, protestos em algumas cidades brasileiras reuníram pessoas em algumas capitais neste sábado (15).

O protesto no vão do MASP, na Avenida Paulista, em São Paulo, reuniu apenas cerca de 30 pessoas, em contagem feita pelo G1. Segundo participantes, o baixo quórum provavelmente se explica devido à chuva e a protestos paralelos organizados na capital paulista.

Entre os participantes dos protestos, alguns apoiadores do movimento Anonymous no Brasil chamaram a atenção usando máscaras dos quadrinhos de ‘V de Vingança’, que se tornaram uma das marcas do grupo.

Membros do grupo ‘Stop’, que visa a conscientização sobre as causas psico-sociais da corrupção, ergueram cartazes e distribuíram panfletos a passantes. No panfleto distribuído, aparece uma mensagem dirigida ao Brasil e assinada por membros do ‘Occupy Wall Street’, de Nova York, agradecendo pelo apoio brasileiro aos protestos.

Outra manifestação foi organizada no Largo do São Bento, no centro de São Paulo, e reuniu cerca de 70 pessoas.

Paraná
Quatro cidades do Paraná – Curitiba, Londrina, Cascavel e Paranavaí – participaram neste sábado (15) das manifestações contra a corrupção. A manifestação em Curitiba começou na escadaria do prédio histórico da Universidade Federal do Paraná (UFPR), na Praça Santos Andrade, e seguiu pelas ruas da capital paranaense.

O protesto no vão do MASP, na Avenida Paulista, planejado como parte do dia mundial de manifestações contra a precariedade e o poder das finanças, reuniu na tarde deste sábado (15) apenas cerca de 30 pessoas, em contagem feita pelo G1. Segundo participant (Foto: Fábio Tito/G1)O protesto no vão do MASP, na Avenida Paulista, planejado como parte do dia mundial de manifestações contra a precariedade e o poder das finanças, reuniu apenas cerca de 30 pessoas (Foto: Fábio Tito/G1)
Segundo participantes, o baixo quórum provavelmente se explica devido à chuva e a protestos paralelos organizados na capital paulista (Foto: Fábio Tito/G1)Segundo participantes, o baixo quórum provavelmente se explica devido à chuva e a protestos paralelos organizados na capital paulista (Foto: Fábio Tito/G1)
Membros do grupo 'Stop', que visa a conscientização sobre as causas psico-sociais da corrupção, ergueram cartazes e distribuíram panfletos a passantes. No panfleto distribuído, aparece uma mensagem endereçada ao Brasil e assinada por membros do 'Occupy Wa (Foto: Fábio Tito/G1)Membros do grupo ‘Stop’ erguem plancas e distribuem panfletos a passantes (Foto: Fábio Tito/G1)
Um grupo de manifestantes se reuniu no Largo do São Bento, também em São Paulo, em apoio ao movimento 'Ocupe Wall Street' (Foto: Evelson de Freitas/AE)Um grupo de manifestantes se reuniu no Largo do São Bento, também em São Paulo, em apoio ao movimento ‘Ocupe Wall Street’ (Foto: Evelson de Freitas/AE)
Mascarados do Anonymous também foram vistos no centro de São Paulo, em protesto no Largo do São Bento (Foto: Evelson de Freitas/AE)Mascarados do Anonymous também foram vistos no centro de São Paulo, em protesto no Largo do São Bento (Foto: Evelson de Freitas/AE)
Pessoas também apoiaram os protestos do 'Ocupe Wall Street' na região central de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul (Foto: Tárlis Schneider/Acurácia Fotojornalismo/AE)Pessoas também apoiaram os protestos do ‘Ocupe Wall Street’ na região central de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul (Foto: Tárlis Schneider/Acurácia Fotojornalismo/AE)
A manifestação em Curitiba começou na escadaria do prédio histórico da Universidade Federal do Paraná (UFPR), na Praça Santos Andrade, e seguiu pelas ruas da capital paranaense (Foto: Roberto Dziura Jr./News Free/AE)A manifestação em Curitiba começou na escadaria do prédio histórico da Universidade Federal do Paraná (UFPR), na Praça Santos Andrade, e seguiu pelas ruas da capital paranaense (Foto: Roberto Dziura Jr./News Free/AE)