Carlinhos Cachoeira volta a ser preso

Presidente do Egito cede à pressão da oposição e reduz seus poderes
9 de dezembro de 2012
Milhares exigem justiça mais “intransigente” com corrupção no Brasil
10 de dezembro de 2012

Carlinhos Cachoeira volta a ser preso

O contraventor Carlinhos Cachoeira foi transferido da sede da Polícia Federal em Goiânia na tarde deste sábado (8) para uma unidade de segurança máxima em Aparecida de Goiânia (GO).

O bicheiro voltou a ser preso nessa sexta-feira (7) após o juiz da 11° Vara Federal, Alderico Rocha, condená-lo a 39 anos de prisão pelos crimes de peculato, corrupção, violação de sigilo e formação de quadrilha. Carlinhos, permanecia em  liberdade desde determinação da Terceira Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) no começo deste mês.


Caso Cachoeira queira responder em mais uma vez em liberdade, deverá pagar uma fiança de R$ 10 milhões, uma das mais altas já imposta pela justiça. Em 21 de novembro, o contraventor tinha recebido um habeas corpus da 5ª Vara Criminal do TJDF, onde deixara o presídio da Papuda em Brasília.