Registrados no Bolsa Família agora contam com programa profissionalizante

Senador que discursa sobre ética, responde a sete processos em 1º Grau
5 de agosto de 2014
Dossiê Embraer – desvios de verbas, favorecimento político e superfaturamento
25 de agosto de 2014

Registrados no Bolsa Família agora contam com programa profissionalizante

O que é o Pronatec?

O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) foi criado pelo Governo Federal, em 2011, com o objetivo de ampliar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica.

São três tipos de curso:
  • Técnico para quem concluiu o ensino médio, com duração mínima de um ano;
  • Técnico para quem está matriculado no ensino médio, com duração mínima de um ano;
  • Formação Inicial e Continuada ou qualificação profissional, para trabalhadores, estudantes de ensino médio e beneficiários de programas federais de transferência de renda, com duração mínima de dois meses.

O que é o Pronatec Brasil Sem Miséria ?

É um recurso que facilita o acesso das pessoas mais pobres, especialmente os beneficiários do Programa Bolsa Família, às vagas dos cursos oferecidos.

Cerca de mil alunos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), na modalidade Brasil Sem Miséria, receberam nesta sexta-feira (27) certificados de qualificação profissional em Bagé (RS). A solenidade contou com a presença de formandos dos municípios de Bagé, Caçapava do Sul, Candiota, Dom Pedrito, Hulha Negra, Pinheiro Machado, Piratini, Pedras Altas, Lavras do Sul e Santana do Livramento.

A população de baixa renda dos 10 municípios já efetuou um total de 6,9 mil matrículas no programa, totalizando um investimento do governo federal de R$ 13,8 milhões. Os cursos mais procurados na região são: auxiliar administrativo, operador de computador, recepcionista, operador de supermercados e operador de caixa.

No Rio Grande do Sul, estado com maior número de matrículas em todo o país, são 140,2 mil em 316 municípios, abrangendo 293 cursos. 

Além de garantir a qualificação da população mais pobre, o Pronatec Brasil Sem Miséria tem possibilitado a conquista de bons empregos. Para a formanda Maria de Fátima Dutra Lopes, de 56 anos, moradora do bairro de Stand, em Bagé, o certificado adquirido foi uma porta aberta para o mercado formal de trabalho. Ela trabalhava como faxineira, sem carteira assinada, e queria mudar de vida. 

“Fiquei sabendo do Pronatec pelo jornal e resolvi me inscrever. O que tenho a dizer é que o curso me abriu portas porque não tinha salário fixo e nenhum benefício e hoje estou trabalhando com carteira assinada”, comemora.

Maria de Fátima fez o curso de camareira pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) e hoje trabalha em um hotel em Bagé. Mãe de um filho com necessidades especiais, a formanda conta que está mais segura com o novo trabalho. “A renda que eu tinha era pouca e preciso comprar remédios para meu filho. Agora não tenho mais essa preocupação. Espero me aposentar nesse ramo”, ressalta.

Acesso ao Pronatec Brasil Sem Miséria – Criado em 2011, o Pronatec Brasil Sem Miséria integra uma série de políticas públicas do governo federal para promover o acesso das pessoas mais pobres, especialmente os beneficiários do Programa Bolsa Família, à qualificação profissional e ao mundo do trabalho. Em todo o Brasil, já são mais de 1,2 milhão de matrículas em mais de 570 cursos.

No Pronatec, os cursos de qualificação profissional são gratuitos e voltados para o público de baixa renda. Pagos pelo Governo Federal, os cursos são ministrados por estabelecimentos de qualidade reconhecida pelo mercado, como os Institutos Federais e as instituições do Sistema S (Senai, Senac, Senat e Senar). Isso tem proporcionado mão de obra qualificada aos empregadores, já que os tipos de cursos oferecidos levam em conta as oportunidades abertas em cada região. Quem participa recebe gratuitamente material escolar, transporte e lanche. 

Para participar do Pronatec Brasil Sem Miséria, é preciso ter no mínimo 16 anos e estar cadastrado ou em processo de inclusão no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. As matrículas podem ser feitas nos Centros de Referência da Assistência Social (Cras). 

Acesso ao Pronatec para as demais pessoas:

  • Quando começam as inscrições no Pronatec?
    Procure informações na secretaria de educação do seu estado, na rede estadual de educação, nos institutos federais ou nas unidades dos serviços nacionais de aprendizagem.
  • Procure aqui cursos ofertados em seu municipio: http://pronatec.mec.gov.br/institucional-90037/cursos-gratuitos