Fundação SP repudia ataques contra site da PUC-SP

Cibercriminosos começam a chantagear quem acessa sites de pornografia
19 de novembro de 2012
Brasil pode ser chance para crescimento da Europa afirma Dilma Rosseff
19 de novembro de 2012

Fundação SP repudia ataques contra site da PUC-SP

A Fundação São Paulo (Fundasp), organização responsável pela PUC-SP, divulgou na tarde do último domingo (18/11) uma nota oficial lamentando a campanha que vem circulando na internet, cujo principal objetivo é retirar do ar o site da instituição. “A Fundação repudia a conclamação feita aos hackers, nas mídias sociais, para invasão do site oficial da universidade”, afirma a organização.

A campanha foi lançada pelo grupo Anonymous e compartilhada pela página “Democracia na PUC-SP” no Facebook. De acordo com sites de notícias, a página foi criada para “discutir e informar a comunidade acadêmica sobre a mobilização contra a nomeação da nova reitora, Anna Cintra”. O movimento pede que o site da PUC-SP seja tirado do ar por tempo indeterminado.

A comissão de comunicação dos estudantes alega que a campanha “é válida enquanto apoio”. Os alunos afirmam que o material foi divulgado como tantos outros que, de alguma forma, declararam apoio à luta da comunidade.

Confira a íntegra da nota divulgada pela Fundasp:

“A Fundação São Paulo (FUNDASP) mantenedora da PUC-SP desconhece a autoria da NOTA, falsamente atribuída ao Cardeal Odilo Pedro Scherer, Grão- Chanceler da PUC-SP, que circulou nos últimos dias nas redes sociais.

A citada NOTA sobre a nomeação da nova Reitora, Anna Maria Marques Cintra, é uma falsificação lamentável e grosseira do documento autêntico da FUNDASP, com o qual o Grão-Chanceler da PUC-SP a nomeou.

A FUNDASP, reafirmando seu compromisso com a liberdade de expressão, com os princípios éticos e com o cumprimento de seus estatutos e com os da PUC-SP, não pode ignorar tais fatos.
Além disso, repudia a conclamação feita aos hackers, nas mídias sociais, para invasão do site oficial da PUC-SP.

 Nota Anonymous

Sempre seremos a favor da democracia, os alunos estão indignados e protestando e até onde conseguirmos estaremos apoiando a causa dos alunos, já recebemos comunicado também por e-mail com mais informações, segue o e-mail abaixo:

“Uma decisão ditatorial vinda do líder da Igreja em SP feriu como nunca antes a democracia que nós lutamos, a mesma luta que vocês travam. Nós estamos com medo de perder. Precisamos da repercussão da mídia, que na mesma matéria que exibe a decisão unilateral, sutilmente faz com que a opinião pública possa ter uma visão negativa de nossa luta. O site da PUC foi controlado pela Fundação SP que administra PUC –SP e sem aviso prévio, de maneira covarde e autocrática, foi na anunciada a decisão de Odilo Scherer.

Por favor, peço a ajuda para que a mensagem seja retirada do ar, e o site tenha a marca de vocês, caso concordem em nos apoiar.”