Manifestantes entram em confronto durante ato “Veta, Dilma” no Rio

Serviços do Google saem do ar para parte dos usuários
27 de novembro de 2012
Políticos condenados no mensalão ficam fora da política pelo menos até 2025
27 de novembro de 2012

Manifestantes entram em confronto durante ato “Veta, Dilma” no Rio

Manifestantes insatisfeitos com o governo do estado do Rio aproveitaram a passeata “Veta, Dilma” para protestar contra o governo estadual e a Prefeitura do Rio. Integrantes do Anonymous, de tribos indígenas e do Sindipetro (Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Petróleo) pedem a fiscalização e melhor aplicação dos recursos do royaties.

A passeata foi organizada pelo governo estadual em protesto contra a retira de recursos de Estados produtores de petróleo e pede que a presidenta vete a medida, aprovada pelo Congresso. Em determinado momento, os manifestantes contra o governo do Rio entraram em um embate com manifestantes pró-governo. Houve empurra-empurra de ambas as partes.

“Retirar recursos do Rio é uma covardia, mas o governador Sérgio Cabral e seus aliados cometem muitas outras covardias contra o nosso povo que também precisamos combater”, consta do panfleto distribuído pelo Sindpetro às pessoas no evento. Os manifestantes aproveitaram a oportunidade e trataram de temas diversos além dos royaties. Falaram da relação do governador Sérgio Cabral com empreiteiros, das remoções de tribos indígenas no Maracanã, do aumento das passagens de ônibus pelo governo municipal e da privatização de espaços públicos.