Marcha das Vadias – São Paulo

Recife recebe investimento de quase R$ 9 milhões
24 de maio de 2013
Coreia do Sul não aceita diálogo proposto pela Coreia do Norte
27 de maio de 2013

Marcha das Vadias – São Paulo

Com o tema “Quebre o silêncio”, a “Marcha das Vadias” teve a sua terceira manifestação em São Paulo. Ocorrida no dia 25/05, buscou, segundo as organizadoras, incentivar que as mulheres denunciem a violência a que são submetidas.
Como é tradicional, pediram autonomia sobre seus próprios corpos e rechaçaram  a ideia de que a violência contra as mulheres poderia ser justificada pelas roupas que utilizam ou mesmo pelo comportamento das mesmas. Foram distribuídos “cartões de emergência”, com contatos de delegacias da mulher, da central de atendimento à mulher (número 180) e do Hospital Pérola Byington (o qual atende mulheres em situação de violência sexual).
Manifestantes participam da 3ª Marcha das Vadias, que acontece neste sábado, 25, na Avenida Paulista, em SP

Manifestantes participam da 3ª Marcha das Vadias, que acontece neste sábado, 25, na Avenida Paulista, em SP

Segundo a participante Luana Rodrigues Silva, “A gente quer mostrar que as mulheres são livres, que a palavra vadia significa liberdade. Queremos mostrar para homens e mulheres machistas que nós temos nosso lugar e somos iguais aos homens. Há de haver esse respeito. A gente tem de sair na rua com a roupa que quiser”.

A passeata chegou a ocupar cinco quarteirões da Rua Augusta, a caminho da Praça Roosevelt, onde o ato é finalizado.

Grupo desceu a Rua Augusta para encerrar Marcha das Vadias na Praça Roosvelt

Grupo desceu a Rua Augusta para encerrar Marcha das Vadias na Praça Roosvelt

A origem

O protesto teve origem no Canadá e se espalhou pelo mundo. Conhecido como ‘SlutWalk’, ele é realizado neste sábado em diversas cidades do Brasil. O movimento ‘SlutWalk’ começou em Toronto, no Canadá, quando alunos de uma universidade resolveram protestar depois que um policial sugeriu que as estudantes do sexo feminino deveriam evitar se vestir como “vagabundas” para não serem vítimas de abuso sexual ou estupro.

Guia de Endereços e Telefones

Guia de Endereços e Telefones

Guia de Endereços e Telefones

Curta a página no Facebook da Marcha das Vadias SP