Novo ato do “Não Vai Ter Copa” é marcado para dia 13 de março
24 de fevereiro de 2014
General acusado de incitar violência na Venezuela resiste à prisão
24 de fevereiro de 2014

MC Garden

MC Garden – O rapaz de 19 anos que conquistou as redes sociais mostrando que Funk também pode ser música consciente.

– Sempre fiz funk consciente, e resolvi abordar vários temas de uma vez só. Escrevi a letra antes das manifestações começarem, e o clipe estava sendo finalizado quando rolaram as primeiras passeatas.

A inspiração, segundo Garden, veio de sua visão de mundo e “de tudo que os brasileiros vivenciam todos os dias”. Em “Isso é Brasil”, ele solta o verbo sobre a falta de investimentos em saúde e educação, os problemas nos transportes públicos, e até a alienação dos cidadãos pela internet, novelas e outras mídias. O funk começa abordando do deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP) e das igrejas evangélicas, e o clipe mixa imagens do MC na rua do bairro, em casa e de um famoso vídeo do pastor.

– Critiquei o que muita gente tem vontade de falar e poucos têm coragem de dizer. Incomoda muita gente ver a exploração das igrejas com os fiéis, suas atitudes contra os gays, entre outras .

De outra forma, o funk também aponta a violência da polícia. Na cena, DJ Vinicius Boladão põe a mão na boca de MC Garden e sussurra: “shhhh! É melhor nem tocar nesse assunto! Porque daqui a pouco vão excluir esse vídeo, e se eu falar muito vão me excluir junto”. E é esse abuso de poder, mostrado de forma velada, que mais revolta Garden.

A música se popularizou na rede social por ser tão plural quanto os pedidos expressos em gritos e cartazes nas manifestações. MC Garden esteve nos últimos protestos, e também sofreu com o gás lacrimogêneo lançado pela polícia. Para ele, os protestos seguiam um caminho bom e precisa voltar a ter foco:

– O protesto estava na linha do bem, mas sempre tem um ou outro oportunista para roubar, depredar. Também vi gente que não sabia pelo que lutar, como se estivesse em uma micareta. O povo tem força e poder, e estava usando bem, mas começou a perder o foco. Não adianta só ir para ruas. Tem que lutar com consciência.