Yoani Sánchez blogueira cubana é recebida no Recife com protestos

Arena Corinthians
Arena Corinthians, a mais cara das últimas 4 copas
18 de fevereiro de 2013
Burger King é hackeado
Perfil do Burger King no Twitter é hackeado
18 de fevereiro de 2013

Yoani Sánchez blogueira cubana é recebida no Recife com protestos

Yoani Sánchez

A blogueira e ativista cubana Yoani Sánchez chegou nesta segunda (18) ao Recife.

Yoani Sánchez

Yoani Sánchez

Ela foi recebida com protesto por um grupo de cerca de 20 pessoas no Aeroporto Internacional dos Guararapes – Gilberto Freyre. Chegaram a jogar dólares falsos em cima dela.

Os manifestantes também leram uma carta aberta na qual diziam que o blog dela “é um meio de desinformação” e que faz uma campanha anti-Cuba. Yoani desembarcou por volta da 0h30 e seguiu até o portal Sul, onde foi seguida. O protesto não a aborreceu, como declarou em entrevista à Folha. “Foi um banho de democracia e pluralidade, estou muito feliz e queria que em meu país pudéssemos expressar opiniões e propostas diferentes com esta liberdade”.

Mas, a blogueira não encontrou apenas desafetos. Dado Galvão, diretor do documentário Conexão Cuba Honduras, na qual é entrevistada, e outras dez pessoas, entre eles o blogueiro cubano que vive no Pará George Fonseca, também estiveram no aeroporto.

A blogueira ao embarcar para seu tour

A blogueira ao embarcar para seu tour

Depois de seguidas tentativas de deixar Cuba, Yoani conseguiu emplacar uma série de viagens que passará, além do Brasil, pela República Tcheca, Espanha, México, EUA, Holanda, Alemanha, Peru, entre outros. Foram cercas de 20 recusas para sair do seu País.

Nos seus primeiros momentos em solo brasileiro, Yoani elogiou a conexão de internet no Brasil e agradeceu o carinho das pessoas que a receberam.

#Cuba Mi primer tweet conectada a #Internet en #Brasil … waooo que conexión más rápida :-)

— Yoani Sánchez (@yoanisanchez) 18 de fevereiro de 2013

 

Al llegar muchos amigos dándome bienvenida y otras personas gritándome insultos. Ojalá en #Cuba se pudiera hacer lo mismo. Viva la libertad!

— Yoani Sánchez (@yoanisanchez) 18 de fevereiro de 2013

 

Leia também: