Facebook, sexo e violência

Rede Globo: império da corrupção!
7 de janeiro de 2013
John McAfee afirma ser o líder de um grupo de espiões que descobriu uma célula terrorista
8 de janeiro de 2013

Facebook, sexo e violência

facebook

 

Uma usuária do Facebook culpa administração da rede social de falta de vontade de lutar com conteúdo abusivo para mulheres.

Uma residente de Copenhaga, Thorlaug Agustsdottir, durante vários dias não conseguiu convencer a rede social a apagar uma foto sua, postada por outro usuário, onde ela estava mostrada com hematomas e escoriações no rosto, e a assinatura da foto chamava a estuprar a jovem.

Várias vezes os administradores da rede social responderam que a foto não podia ser removida. Foi só quando a história chegou aos jornais que a imagem desapareceu da rede. No entanto, não está claro se ela foi apagada pela administração do Facebook ou pelo usuário que a tinha publicado.

Em 2011, a gestão do Facebook inicialmente se recusou a remover da internet um grupo que apelava à violência física e sexual contra as mulheres, descrevendo esses apelos como uma expressão pelos usuários de sua própria opinião.