Membro do LulzSec é condenado a um ano de prisão por invadir a Sony

Conheça o sistema econômico
19 de abril de 2013
Alberto González divulgou documento que autoriza as técnicas de interrogatório mais cruéis em Guantánamo
20 de abril de 2013

Membro do LulzSec é condenado a um ano de prisão por invadir a Sony

Cody Kretsinger vazou informações de mais de 1 milhão de contas dos servidores da empresa, que teve prejuízo de mais de US$600 mil.

Cody Kretsinger membro do grupo hacker LulzSec foi condenado a um ano de prisão por conta de um ataque que vazou informações de mais de 1 milhão de contas dos servidores da Sony em 2011. As informações são da Reuters.

Sony Data Breach

Cody-KretsingerSegundo a agência de notícias, Cody Kretsinger também terá de cumprir mil horas de serviço comunitário após sair da prisão. Kretsinger havia se declarado culpado em abril de 2012 das acusações de conspiração e danos contra um computador protegido.

A sentença considerada baixa é resultado de uma barganha pelo acusado ter se declarado culpado. Kretsinger, também conhecido por seu apelido online Recursion poderia enfrentar uma pena máxima de 15 anos.

Os promotores afirmam que esse ataque em questão causou prejuízos de mais de 600 mil dólares para Sony.

A LulzSec, abreviação de Lulz Security, agora extinta, foi um desdobramento do grupo descentralizado de hackers “Anonymous”. Em maio e junho de 2011, vários sites da Sony Pictures foram hackeados por ela, revelando senhas não criptografadas para mais de  1 milhão de pessoas. Foram obtidas informações dos funcionários  junto a códigos especiais para música e informações em bases de dados da companhia.