Quatro integrantes do LulzSec são condenados no Reino Unido

Quatro Anonymous são presos na Itália
20 de maio de 2013
Governo vai usar SMS e monitorar saques para evitar tumultos
21 de maio de 2013

Quatro integrantes do LulzSec são condenados no Reino Unido

Quatro indivíduos acusados de terem promovido ataques pelo grupo hacker LulzSec foram sentenciados a prisão.

Ryan Cleary (conhecido como “Viral”),  foi sentenciado a 32 meses de prisão, mas poderá cumprir apenas metade; Jake “Topiary” Davis a dois anos de serviço ao governo; Ryan “Kayla” Ackroyd  a 30 meses ou metade; e Mustafa “Tflow” AL-Bassam, que foi preso com 16 anos, terá que prestar 300 horas de serviço comunitário.

Eles foram acusados de promover ataques de negação de serviço a organizações como Sony, Fox, Nintendo e CIA. Eles também foram considerados culpados por hackearem computadores da Força Aérea Americana e possuirem imagens de pedofilia.

Cada um desempenhava diferentes funções. Ackroyd era o líder, que escolhia os alvos e direcionava esforços; Davis uma espécie de assessor de imprensa; Cleary criou a rede de computadores zumbis; e Al-Bassam roubava as informações.

O LulzSec é um grupo hacker que ganhou notoriedade após derrubar sites em 2011 e 2012. No entanto, nos últimos anos, líderes do grupo foram presos e o movimento foi perdendo força.