Sabu virou noites trabalhando para o FBI

Membro Anonymous detido na Sérvia
9 de março de 2012
EUA sofrerão grande ataque cibernético em breve, afirma FBI
10 de março de 2012

Sabu virou noites trabalhando para o FBI

O hacker Sabu, que ajudou o FBI a prender cinco integrantes do LulzSec e do Anonymous, foi um colaborador exemplar da polícia federal norte-americana e, desde o primeiro momento, não hesitou em citar nomes e cooperar com o governo.

A afirmação é do FBI e vai de encontro à ideia de que Hector Xavier Monsegur teria sido forçado a colaborar com as autoridades. Preso em 7 de junho de 2011, Sabu muitas vezes ficou acordado a noite inteira conversando com integrantes dos grupos visando cooperar com o governo na formulação de uma acusação, conforme relatos do promotor James Pastore.

Solto sob fiança após pagar uma multa de US$ 50 mil, os agentes concordaram em não prosseguir com acusações por outros crimes, incluindo posse ilegal de arma, compra de joias e eletrônicos roubados e tentativa de venda de maconha em duas oportunidades.

Monsegur ganhava US$ 6 mil por mês até 2010, quando foi demitido. Desde então, sua única fonte de renda legal eram cheques de seguro desemprego no valor de US$ 400 mensais. O FBI não informou como Sabu pagou a fiança, se em dinheiro ou com trabalho.