Nota de repúdio e solidariedade. – Anonymous Brasil

Cofundador do Pirate Bay vem ao Brasil
28 de junho de 2013
Quanto custa o mercado de plagio em teses de doutorado?
30 de junho de 2013

Nota de repúdio e solidariedade. – Anonymous Brasil

Antes de mais nada, queremos deixar claro que Anonymous Brasil não compartilha necessariamente das mesmas visões políticas da FAG.

 

anonymous

 

NOTA DE REPÚDIO E SOLIDARIEDADE

No último dia 20/06 a sede da Federação Anarquista Gaúcha – FAG localizada em Porto Alegre foi invadida e saqueada por 5 homens encapuzados que disseram no momento que eram da Polícia Federal e que tinham informações (porém sem nenhum mandado de busca e apreensão expedido pelo poder judiciário) que ali continham ‘armas’ que seriam usadas nos prováveis atos de ‘vandalismo’ que ocorrerá logo mais em mais um grande protesto que parara a capital gaúcha. Todavia, tais policiais que acabaram sendo identificados com policiais que pertencem á Polícia Civil do Rio Grande do Sul.

Tal fato mostra como o Estado, composto por alguns que ainda pensam que controlam as massas, age quando se sente ameaçado pela pressão popular que tomou conta do país nas últimas semana. Sendo assim, buscam de primeira hora, um ‘bode expiatório’ para querer abafar os gritos de mudança que estão nas ruas e desvirtuar a imagem do movimento popular para os ato que poucos comentem. E quem melhor (no pensamento midiático) para tal papel que os anarquista?
Pois saibam amigos, que anarquia não tem em nada a ver com o que se repete insistentemente nas mídias detentoras de grande parte dos canais informativos.

Outros fatos tornaram-se bizarros para em um país que insiste em se auto-proclamar como uma das ‘maiores democracias do planeta’. Temos o exemplo, o fato de que ao chegar na delegacia para recolher os materiais do Ateneu Libertário (sede da FAG), os membros de tal Federação se depararam com a resposta de que não seria possível a devolução por se tratar de materiais com cunhos ‘subversivo’ (resquício de regimes ditatoriais, onde o cidadão é obrigado a ler e concordar com os ditames governamentais).

Sendo assim, repudiamos a atitude indevida e altamente autoritária da Polícia Civil do Rio Grande do Sul e nos solidarizamos com os membros da Federação Anarquista Gaúcha.

NÃO TÁ MORTO QUEM PELEIA.