#OpRedeGlobo – Crie (procure) em sua comunidade espaços de diálogo

A sociedade ocupa a TV: o caso Direitos de Resposta e o controle público da mídia
16 de janeiro de 2013
Graph Search – Privacidade: Ter ou não ter?
17 de janeiro de 2013

#OpRedeGlobo – Crie (procure) em sua comunidade espaços de diálogo

Fica um convite para aposentar o repetitivo e gasto discurso de ódio, anti-bbb, anti-novela, anti-espectador passivo. Juntos vamos construir espaço para uma OUTRA abordadem.  Recorram a livros de historia para tornar esse ato SIMBOLICO uma ação contra o ESQUECIMENTO COLETIVO.

Essa operação deve ser o inicio de articulações locais para repensar a midia, discutindo questões SOCIAIS, INCLUSIVAS e POLÍTICAS:

Eleição DIRETA para o cargo de MINISTRO de telecomunicações.

Descriminalização das RADIOS COMUNITARIAS, antenas de curto alcance são capazes de inteferir na comunicação de bordo derrubar aviões? Vamos somar  nossa voz com a voz de tantos ativistas radiodifusores da periferia que tiveram seus equipamentos apreendidos por ordens da Anatel (comandada pela Globo) em nome da alegação que as rádios são um instrumento do tráfico.

Fortalecer a comunicação popular, comunitária, independente, alternativa e livre bem como a produção e difusão de conteúdos plurais e diverso

LEI DE MIDIAS no Brasil, discutir a aprovação de um novo estatuto que limite o tamanho das empresas da imprensa, como foi no caso da Argentina. Aproveitem o encontro do dia 23/02/13 para criar grupos de discussão, levem suas ideias a Câmara de Vereadores, afinal a única função desse cargo existir é atende-los. A pressão popular é encorajadora como foi durante a aprovação do Ficha Limpa.

HORARIO INFANTIL: A unica emissora com comprimisso PUBLICO educativo (TV Cultura) é OBRIGADA a cobrir o horario infantil durante TODA a tarde da tv aberta. A programação que estimula o pensamento (Café Filosofico, Provocações, Roda Viva, Jornal da Cultura) é exibida a noite, competindo com o horario nobre.
Assim fica garantido que poucos assistirão, com essa regra é garantido também que durante a manhã e a tarde os estudantes não terão uma TV que possa extender o espaço educativo da escola/universidade. Que durante o estratégico horario comercial aposentados, pessoas do lar, porteiros, consultórios nao possam ter na TV ligada durante todo o expediente alguma opção que seja mentalmente estimulante. Pois a única veiculadora está comprometida com uma lei protecionista.

Usar cartazes para divulgar leis de exercício de cidadania: O direito de resposta garante a qualquer pessoa que tenha sido objeto de acusações ou ofensas errôneas ou inverídicas ou que possam afetar sua honra publicadas na imprensa escrita, na internet, na rádio ou na televisão. A resposta será veiculada no mesmo periódico onde tenha se dado a ofensa e, em caso de rádio ou TV, será lida por um locutor na mesma emissora e no mesmo programa. Projeto de Lei 3523/12, do deputado Andre Vargas (PT-PR).

Estatuto da Criança e do Adolescente: A família é um sujeito de direitos.

As crianças e adolescentes tão vitimados pela noção de mundo adulto que lhe é oferecida tem o direito de participar ativamente na programação que é dirigida a ela. A aplicação do conceito do consentimento livre e esclarecido para a participação na atividade a ser veiculada pela mídia como um instrumento básico de proteção, partindo do princípio de que, no caso de menores de idade (como definidos nos Arts. 3º, 4º e 5º do Código Civil) (14), ambos os pais são considerados defensores dos interesses de seus filhos (Art. 21 do ECA).
A participação da criança ou adolescente nas decisões deve ser considerada, pois seu direito à autonomia deve ser preservado, desde que observado que idade, capacidade intelectual, cognitiva e emocional estão envolvidas na sua habilidade em contribuir para as decisões (Arts. 15 e 16 do ECA). A programação erotizada e violenta durante o horario infantil é crime.

levante

Se o grito morrer na passeata tera sido uma manifestação inutil.

Tomem a autonomia e usem OS ESPAÇOS COMUNITARIOS para articular grupos de difusão e exercicios de direito e apoio a imprensa alternativa local.

O anonymous é descentralizado e livre, para ampliar esse grito inclusivo leve essa IDÉIA aos centros comunitarios/universitarios, teatros alternativos, cursinhos pre-vestibulares, espaços inclusivos, bibliotecas publicas, sindicatos, centros assistenciais, quilombolas, centros de aprendizado para juventude, até mesmo aquele quadro de avisos é um espaço para exposição.

O direito à comunicação é indissociável do pleno exercício da cidadania e da democracia. Uma sociedade só pode ser chamada de democrática quando as diversas vozes, opiniões e culturas que a compõem têm espaço para se manifestar.

Assistam: Longa Metragem Uma onda no Ar, o filme retrata o poder revolucionario da radiodifusão comunitaria na favela. Reflete a realidade de comunidades que demandam de ações do poder publico e são por ele reprimidos

Curta metragem: Violação da liberdade de comunicação

Mapa da exclusão digital

Para quem a TV representa uma questão vital?

12,9 milhões de brasileiros são analfabetos,  30% da população é analfabeta funcional,  só METADE da população brasileira tem acesso a internet. A globo é o unico sinal que cobre 99% dos aparelhos de TV. É a única janela que as comunidades afastadas (triangulo da seca, garimpos, sertões, semi-arido, pantanal, roças) tem para observar o restante do mundo. E é essa a maioria excluída que decide as eleições, que vai as urnas e conhece seus direitos pelas frações de informações monopolizadas. Não há garantia ao direito de uma imprensa alternativa.

 

inclusão

Informe-se: