A verdade por trás dos falsos lutadores contra corrupção

Download ilegal pode render 2 anos de cadeia no Japão
1 de outubro de 2012
Irã libera acesso ao Gmail
2 de outubro de 2012

A verdade por trás dos falsos lutadores contra corrupção

Antes de ler a matéria, pedimos por favor que assistam o vídeo gravado pelo programa Polícia 24hrs da Band, que fez a cobertura do Dia do Basta em São Paulo – SP, em seguida iremos esclarecer alguns pontos que não foram “comentados” durante o vídeo:

Segue o link do vídeo:

http://www.youtube.com/watch?v=rmq1vNZ6pEY

Mídia sem máscara:

– No início do vídeo vemos o policial organizando sua equipe para acompanhar a marcha, ele faz um comentário sobre um “outro grupo” que está se mobilizando a parte do Dia do Basta e que podem haver confrontos ou problemas com esse grupo, cujo o qual são os Punks, Anonymous, Dia do Basta entre outros que se organizaram no fundo do Trianon Masp e começaram a “agitar”, mas porquê?

– Os grupos se organizaram e se juntaram porque ficaram sabendo que haviam vários membros de partidos tomando a frente da marcha, movendo o pessoal, falando coisas bonitas ao megafone e isso causou revolta nesses grupos “problemáticos”, cujos os quais não queriam se juntar aos partidários.

– O rapaz de cabelo comprido que começa a falar logo após a parte dos policiais, de acordo com as informações que correram durante o evento, faz parte de um grupo que não iremos divulgar o nome, mas que faz coligação com partidos, ou seja, um dos responsáveis pela revolta já que ele estava tentando tomar a frente de muitas coisas, existirão pessoas que irão defender e até pode ser realmente que ele não tenha nada haver, mas esse boato correu pelo local todo e boatos não surgem simplesmente do nada quando vem de muitas pessoas.

– O rapaz que está de chapéu e começa a falar de um “suposto causador de problemas” não fez nada além de andar o tempo todo com a PM apontando um a um quem é e quem não é, quem fez errado e quem não fez, sabemos disso, um membro da nossa equipe ficou do lado do cara o tempo todo, e esse “causador de problemas” que conseguiu fazer a união entre vários grupos (algo difícil de acontecer), teve que ficar se escondendo o tempo todo da PM, simplesmente por esse cidadão de chapéu ter ficado o tempo todo jogando tudo nas costas dele, detalhe que a própria PM fala “Ele já está identificado”, “Qualquer problema, ele será devidamente responsabilizado e etc”.

– Na parte complicada do vídeo, onde começaram alguns “problemas” algo não foi mostrado, nós tomamos a frente dos grupos que não queríamos proximidade e caminhamos normalmente, até sermos fechados e impedidos de prosseguir com a marcha, os policiais queriam uma faixa livre e sim, ela estava lá, tudo aquilo não passou de uma boa encenação para condenar os grupos que não quiseram se afiliar daqueles que não tem a causa verdadeira, não enviamos ofício? Conversando com um PM ele disse que estava autorizado a acompanhar a todos onde quer que fossemos, e logo depois do agito de alguns membros dos grupos que não quisemos proximidade, aconteceu esse fato o que revoltou realmente muita gente, porque deixou como errado os grupos que a muito tempo lutam por um país melhor e favoreceu campanhas políticas logo atrás.

– Mais no final, o rapaz de chapéu disse uma frase muito incrível: “Sigam ai o protesto de vocês”, nós não queríamos nosso protesto, quem tomou a posse do protesto foram eles, nossos grupos estavam unidos e não estamos falando de Anonymous, Punks e Dia do Basta somente, falamos de muitos grupos que vieram acompanhando sem líderes, sem controle, fazíamos apenas uma marcha tranquila e pacífica.

– E para finalizar o vídeo, acharam objetos que “não conseguiram vincular as pessoas”, estes objetos não estavam jogados no chão e se os policiais tivessem pego esses objetos de alguém, então não seria impossível vincular aos donos, em momento algum vimos alguém com qualquer tipo de objeto para agressão, mas foi realmente muito estranho logo depois de acabarem com os grupos “problemáticos”, apresentarem objetos que representam perigo e causam “desordem pública”.

O texto foi realizado por alguém que esteve presente em todos esses eventos, não estamos apenas incitando quem está certo ou errado, só queremos viver em um mundo sem líderes, sem partidos, onde todos possam protestar livremente por seus ideais e não aconteça mais a opressão dessa forma que aconteceu.

Equipe Anonymous Brasil