Inquisição Carioca: Perseguição e Corrupção nos Tribunais

Voto de desempate no STF, Celso de Mello indica ser a favor dos infringentes
13 de setembro de 2013
Distribuir sinal de internet não é crime, decide justiça
14 de setembro de 2013

Inquisição Carioca: Perseguição e Corrupção nos Tribunais

Como sabem, a juíza da 27ª Vara Criminal do Rio de Janeiro, Simone de Faria Ferraz, expediu um mandado de identificação para os administradores das páginas Black Bloc e Anonymous. Tal medida é infundada e não cumpre com a lei, pois a identificação só poderia ocorrer se essas pessoas tivessem cometido algum crime. Como consequência, três jovens foram presos sob alegações sem base legal, igualando assim o poder judiciário a um sistema inquisitório.

Assistam ao video e vejam como o Estado trata os manifestantes:

Acompanhamento Processual: http://www.stf.jus.br/portal/processo/verProcessoAndamento.asp?incidente=12763

JusBrasil: http://www.jusbrasil.com.br/diarios/30232103/pg-33-supremo-tribunal-federal-stf-de-02-09-2011