Riqueza de 14 vereadores cresce mais que o dobro

Wikileaks ganha batalha judicial contra Visa e Mastercard
13 de julho de 2012
ThePirateBay
Bloqueio do acesso ao Pirate Bay não diminui a pirataria
16 de julho de 2012

Riqueza de 14 vereadores cresce mais que o dobro

Mutran diz guardar R$ 1,4 mi em dinheiro, para ajudar família
Justificativas vão de heranças a loteria; parlamentares negam irregularidades no enriquecimento
Mutran diz guardar R$ 1,4 mi em dinheiro, para ajudar família

Mutran diz guardar R$ 1,4 mi em dinheiro, para ajudar família

O vereador paulistano Wadih Mutran (PP) dobrou seu patrimônio entre 2008 e 2012: naquele ano ele declarou à Justiça ter R$ 1,9 milhão; neste, informou ter R$ 3,8 milhões. Mutran creditou parte desse enriquecimento a três bilhetes e loteria premiados. As informações são do jornal “Agora”.

Entre os vereadores com evolução de patrimônio superior a R$ 1 milhão estão Sandra Tadeu (DEM), com R$ 1,7 milhão; Aurélio Miguel (PR), com R$ 1,1 milhão; e Marco Aurélio Cunha (PSD), também com R$ 1,1 milhão.

No total, os valores declarados pelos 53 vereadores paulistanos candidatos à reeleição em outubro saltou de R$ 33,7 milhões para R$ 41,5 milhões no período (quase R$ 8 milhões a mais).

Os candidatos à reeleição que mais aumentaram seu patrimônio desde 2008 dizem que não há irregularidades e que tudo foi comunicada à Receita. As explicações atribuem o enriquecimento a compras de imóveis, salários de outras atividades, heranças e prêmios.

221 prêmios 

Políticos que atribuem o enriquecimento a loterias não são novidade. O mais notório é o ex-deputado João Alves, morto aos 85 anos em 2004 (envolvido no escândalo dos Anões do Orçamento na década de 1990) e que alegava ter ganho 221 prêmios.

Outros “campeões” das loterias são Francisco Garcia Rodrigues (ex-PP), com 43 prêmios entre 1996 e 2000; e Fernando Lucio Giacobo (PR-PR ), que acertou 12 vezes em oito jogos em 12 dias.