Falha no iOS 7, do iPhone, permite ver fotos pessoais sem usar senha

Dilma tinha obrigação de cancelar visita, diz Julian Assange
19 de setembro de 2013
Impedir que o Facebook avise quando você leu uma mensagem
20 de setembro de 2013

Falha no iOS 7, do iPhone, permite ver fotos pessoais sem usar senha

Técnica usa novo Control Center para acessar conteúdo bloqueado.
Apple ainda não soltou correção para o ‘bug’.

 Uma falha descoberta no iOS 7, nova versão do sistema operacional da Apple lançada na quarta-feira (18) permite que qualquer pessoa possa passar da tela bloqueada do aparelho mesmo usando senha e ao invasor ler e-mails e atualizações em redes sociais.

De acordo com reportagem do site “Engadget”, a falha encontrada por um usuário permite passar pela senha, sem a necessidade de inseri-la, e entrar no aplicativo de fotos do aparelho, visualizando todas as imagens. A falha poderia dar acesso aos e-mails e atualizações de redes sociais associadas ao dispositivo.

A técnica exige usar o Control Center, nova função do iOS que permite realizar configurações rápidas no aparelho como ativar Wi-Fi ou Bluetooth, por exemplo, por meio de uma pequena tela. Nela, deve-se acessar a câmera fotográfica e depois o despertador, pressionar o botão para desligar o dispositivo e, quase ao mesmo tempo, tocar em “Cancelar” na tela e pressionar o botão Home duas vezes (clique aqui para assistir ao vídeo).

 Assim, aparece o menu multiarefa do iPhone ou iPad com todos os aplicativos abertos. Todos, no entanto, aparecem em uma tela escura, sem apresentar o conteúdo interno. Entretanto, ao entrar no aplicativo da câmera fotográfica novamente, é possível acessar toda a biblioteca de fotos do usuário.

Conseguimos usar a técnica para acessar fotos de um iPad mini e em um iPhone 4S com iOS 7 bloqueados com senha.

Falhas no sistema iOS que permitem acessar dados pessoais armazenados nos dispositivos são comuns e esta pode ser a primeira do iOS 7. Em fevereiro, duas falhas que burlavam a senha de desbloqueio do iPhone 5 foram encontradas.

A Apple corrige os problemas por meio de atualizações. Entretanto, ainda não há previsão para uma correção para este “bug”.