Kim Dotcom ganhou na justiça o direito de processar espiões

facebook
Facebook implanta novo layout com foco em imagens e vídeos
8 de março de 2013
2012: Foi um ano de lutas com saldos negativos para as mulheres
8 de março de 2013

Kim Dotcom ganhou na justiça o direito de processar espiões

Kim Dotcom

Kim Dotcom conseguiu uma vitória judicial nesta quinta-feira, 7. O empresário, fundador do finado serviço de armazenamento de arquivos Megaupload, conseguiu o direito de processar os aqueles que o espionaram.

Empresário alemão foi vítima de espionagem ilegal em processo que culminou em sua prisão em 2012

Kim Dotcom

Kim Dotcom

Foi provado que o departamento de segurança do governo da Nova Zelândia havia espionado irregularmente Kim Dotcom. Ele é um residente legal no país, o que torna ilegal todo o processo de espionagem que culminaria com sua prisão em janeiro de 2012.

Na ocasião, as autoridades neozelandesas estavam cumprindo uma ordem de prisão emitida pelos Estados Unidos, que o acusam de lavagem de dinheiro e pirataria com o Megaupload. O serviço foi fechado desde então.

Entretanto, o alemão ainda precisa lidar com outro processo pesado. Ele e outros executivos do falecido Megaupload tentam evitar a extradição para os Estados Unidos, onde ele seria julgado por seus supostos crimes com o serviço.