Will Smith na conferência hacker Defcon

Câmara do DF aprova prêmio em dinheiro a quem denunciar corrupção
6 de agosto de 2013
Edward Snowden recebe oferta de US$ 100 mil para tuitar
6 de agosto de 2013

Will Smith na conferência hacker Defcon

O ator Will Smith chamou a atenção dos participantes da Defcon quando ele apareceu inesperadamente na conferência de hackers no domingo (4), aparentemente, para fazer pesquisa para um próximo filme.

A estrela participou de uma palestra que contou com Apollo Robbins, um renomado artista sleight-of-hand, consultor de segurança e entertainer, que ficou mais conhecido por “furtar” os bolsos dos agentes do Serviço Secreto, durante um encontro com o ex-presidente dos EUA Jimmy Carter.

Smith veio a convite de Robbins, que está treinando o ator para seu próximo filme, disse Chris Hadnagy, CEO da empresa de consultoria de engenharia social e treinamento Social-Engineer e organizador do concurso engenharia social da Defcon.

De acordo com Hadnagy, Smith foi trazido por uma porta traseira para que pudesse sentar e ouvir a palestra dada por ele, Robbins e Michele Fincher (mais um representante da Social-Engineer).

A apresentação incluiu uma demonstração das habilidades de Robbins, quando ele chamou um indivíduo da plateia para o palco e roubou seu relógio, carteira e telefone celular na frente da multidão.

Smith ficou tão impressionado com a Defcon que decidiu passear pelo evento, disse Hadnagy. “Fomos para a área de vendas e mostramos a ele bloqueadores, itens RFID (identificação por radiofrequência), Pwnie Express [equipamento de hacking], ele estava completamente impressionado.”

O ator, em seguida, visitou a sala do concurso Social Engineering Capture the Flag onde ele cumprimentou algumas pessoas, deu alguns autógrafos e tirou fotos, disse Hadnagy.

“Mostramos a ele algumas coisas que fazemos em nossas aulas [de engenharia social]”, disse Hadnagy. “Ele estava bastante interessado em como os perfis das pessoas são feitos e sobre engenharia social. Ele quis entender a parte humana do hacking”.

Smith teve que ir embora após 20 minutos, caso contrário, ele estaria correndo o risco de ser assediado, disse o fundador da Defcon, Jeff Moss.

Havia cerca de 15 mil participantes na Defcon este ano, segundo os organizadores.

Não está claro se o ator estava na conferência fazendo uma pesquisa para um papel em um próximo filme ou para um filme que ele pretende produzir. Smith não compartilhou o nome do longa, mas disse que é provável que ele será feito, disse Moss.

Algumas imagens do artista durante a conferência, acompanhado por Jeff Moss, foram publicadas por participantes no Twitter.